biografia

Arariboia

Autor(es): Geraldo Gustavo de Almeida
Biografado: Arariboia
Povo indígena: Temiminó
Estado: Rio de Janeiro
Categorias:Biografia, Estado, Rio de Janeiro, Etnias, Temiminó
Tags:,

Cacique temiminó. Era originário do Espírito Santo, de onde foi com seus índios para o Rio de Janeiro, em 1564, acompanhando o invasor Estácio de Sá. Foi um valiosíssimo aliado dos portugueses, lutando contra seus irmãos tamoios. Por quase trinta anos colocou seus milhares de arcos a serviço dos lusitanos. O Rei Sebastião agraciou-o com o hábito de Cristo e fê-lo capitão-mor de sua aldeia. Foi o primeiro brasileiro a ostentar uma condecoração. Consta que ao visitar o governador Antônio de Salema, que acabava de chegar para governar as Capitanias do Sul, foi por este repreendido ao recusar uma cadeira para se sentar, preferindo ficar montado no seu cavalo uma perna sobre a outra, como era de costume. O governador censurou-lhe a postura dizendo, através do intérprete, que “aquela não era boa cortesia quando falava com um governador, representante da pessoa do Rei”. Irado e com arrogância o tuxaua respondeu imediatamente: “Se tu soubesses como estão cansadas as minhas pernas por causa das guerras em que servi ao Rei não estranharias a minha postura; mas, já que me achas pouco cortês, vou embora para a minha aldeia, onde não reparamos nesses detalhes, e não mais voltarei à tua corte”. Araribóia fora batizado com o nome de Martim Afonso e recebera uma sesmaria, onde hoje se ergue o bairro São Lourenço, em Niterói, além de uma pensão de doze mil réis anuais. O famoso morubixaba, que havia salvo o governador Salvador Correia de Sá de um naufrágio, por ironia do destino acabou morrendo afogado perto da Ilha de Mocanguê, em 1589.