Minas Gerais

Domingos Pacó

Professor botocudo demitido pelos capuchinhos – “Um dos aspectos mais fascinantes do seu manuscrito é o fato de dissimular, sob uma linguagem hiperbólica e apologética da ação dos capuchinhos e da conversão, uma perspectiva nativa e prática das falhas da catequese indígena. No limite, a memória da fundação deixada por Pacó pode ser lida como uma denúncia ao trabalho dos capuchinhos por sua pedagogia excludente e pelo apagamento deliberado da existência da população indígena no ensino escolar, bem como frente aos órgãos governamentais.