Goiás

Damiana da Cunha: uma índia entre a “sombra da cruz” e os caiapós do sertão (Goiás, c. 1780 – 1831)

Damiana da Cunha: uma índia entre a “sombra da cruz” e os caiapós do sertão (Goiás, c. 1780 – 1831). Suelen Siqueira Julio. Dissertação de mestrado. 2015. Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal Fluminense.

Joventina Kanela

A trajetória de Joventina e sua relação com a história dos Kanela do Araguaia: expropriação, perseguições, silenciamentos e a luta pelo reconhecimento étnico e territorial   Introdução Joventina Pereira dos...

Maria Canoeiro

  O conturbado contexto da província de Goiás na primeira metade do século XIX nos proporciona fragmentos sobre a história de uma indígena canoeiro chamada Maria Naquela época, os canoeiros eram descritos pelos brancos...

Dona Potência

  Dona Potência Xavante   Em trabalho sobre a Amazônia portuguesa, Almir Diniz Carvalho Júnior escreve sobre a importância dos mediadores indígenas – os índios cristãos, que faziam a ponte entre populações...

Damiana da Cunha

Resumo  Neste espaço abordo a trajetória da indígena caiapó Damiana da Cunha (c1779-1831), que exerceu uma atuação política notável em Goiás no início do século XIX Essa atuação se insere no contexto das políticas...